Hoje eu vim aqui para contar a história dessa foto que eu simplesmente AMEI fazer. Um ensaio Newborn onde saí da minha zona de conforto e o resultado foi incrível!

Como nasceu a idéia: Newborn & Matrioskas

Esse foi um daqueles ensaios que marcamos em cima da hora, a Helena ja tinha nascido quando a mamãe me ligou. Nós tínhamos um intervalo pequeno para poder agendar a sessão de fotos da Helena, mas deu tudo certo! Ensaio marcado a mamãe me faz um pedido especial: eu quero uma foto com umas inspiração nas matrioskas.

Meu coração bateu mais rápido. O ensaio seria no dois dias depois dessa conversa. Eu não tinha nenhum acessório que pudesse fazer essa referência e não teria tempo de comprar nada. Expliquei pra mãe e ela me disse que tinha um vestido estampado que seria perfeito para o tema.

Eu aceitei, mas confesso que estava com um pé atrás. Qual a chance de eu conseguir enrolar um bebê num vestido e não ficar estranho? Bom, eu estava preparada para pedir para a mãe cortar o vestido e transformá-lo num wrap, o tecido que normalmente usamos para enrolar os bebês durante o ensaio.

Eu queria fazer a foto que a mãe tanto queria, mas jamais me conformaria com uma foto meio estranha, feita de qualquer jeito só para agradá-la. Queria fazer uma foto que eu me orgulhasse de postar e compartilhar com todo mundo também. É meu lado perfeccionista falando mais alto. Mas uma característica essencial (na minha opinião) para eu me tornar uma fotógrafa de newborn cada vez melhor.

A execução

Quem trabalha com fotografia sabe que nem sempre os pedidos que recebemos são fáceis de executar. No mundo da fotografia newborn, vemos muitas fotos com acessórios, claramente solicitados pelos pais, por fazer parte da história deles, mas a maioria dessas imagens são mal executadas e com um efeito estético nada agradável.

Para os pais, o bebê deles sempre será o mais lindo de todos, por isso, fica difícil errar uma foto. E o valor sentimental acaba superando uma foto mal executada, mas como profissional da área eu não quero cair nessa categoria.

A mãe chegou com vários vestidos estampados para que eu pudesse escolher. E esse usado na foto era perfeito: tecido leve, com elastano, sem muito brilho, vestido curto, sem botões, zíperes ou qualquer outro detalhe que pudesse incomodar o bebê.

Por isso decidi fazer a foto com o vestido inteiro mesmo, sem cortá-lo. Escolhemos um fundo azul marinho que era exatamente a cor do fundo da estampa do vestido. E dessa forma montamos a composição para dar o máximo de destaque para a bebê. A marga do vestido encaixou direitinho para fazer o detalhe da cabeça, que foi o que deu o efeito de matrioska para a foto.

Para quem não conhece, as matrioskas, ou matryoshkas, são aquelas bonequinhas russas que ficam uma dentro da outra. Vale uma busca no google para conhecer. Elas são pintadas a mão e simplesmente encantadoras.

A idéia não era fantasiar ninguém, mas trazer essa referencia para o ensaio newborn da Helena. E eu fiquei muito satisfeita. Acho que lembra um pouquinho sim!

Saindo da zona de conforto

Pra quem acompanha meu trabalho sabe que para ensaio newborn eu costumo trabalhar com cenários lisos, cores mais sóbrias (ou queimadas), com acessórios meio tom sobre tom e de preferência com cores mais escuras. Então trabalhar com o estampado foi realmente uma novidade.

Eu estava pronta para desenrolar a Helena e continuar com meu ensaio normal, mas aí eu olhei para o tecido que estava separado para usar e vi que ele também combinada SUPER com aquele estampado. Não resisti e fiz mais uma foto com ela no vestido. Agora mostrando o cabelo maravilhoso que essa bebê tinha!

O Ensaio Newborn da Helena

Vou aproveitar pra mostrar aqui algumas outras imagens desse ensaio. Que não tem a ver com essa história que eu acabei de contar, mas que também ficaram lindas e merecem ser mostradas.

Quanto à estampa, ela deve voltar a aparecer por aqui, gostei tanto que vou tentar usar em outros ensaios também. Só preciso ir comprar o meu próprio tecido, porque esse vestido voltou para a casa da mamãe.